sexta-feira, 3 de julho de 2015

Eduardo Cunha defende que Temer deixe articulação

Eduardo Cunha (PMDB-RJ)
O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), defendeu que o vice-presidente da República, Michel Temer, deixe a articulação política do governo assim que o Congresso encerrar as votações do ajuste fiscal. Ele acusou o PT de estar sabotando o peemedebista e disse que o Planalto está equivocado em suas posições perante o Legislativo. “A articulação política está cada hora indo para um caminho equivocado. Michel Temer entrou para tentar melhorar essa articulação política. Está claramente sendo sabotado por parte do PT”.

Ele rebateu os parlamentares que o acusaram de conduzir um golpe ao colocar em votação uma segunda proposta de redução da maioridade penal. “Isso é choro de quem não tem voto. Choro de quem está entrando na agenda que não é a agenda da sociedade”.

Horas após a fala de Cunha, o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, emitiu nota para tecer elogios a Temer e evitar ainda mais desgaste na coalizão governista. Segundo Mercadante, a presença do vice-presidente na articulação política do Palácio do Planalto “representa não apenas um gesto de desprendimento e sacrifício pessoal, como vem trazendo grandes resultados na relação com o Congresso Nacional.”

Para o ministro, Temer foi importante nas votações das principais medidas do ajuste fiscal, “aprovadas com algumas adequações”, e será também na votação da desoneração da folha de pagamento, que deve ocorrer nas próximas semanas no Senado. Nos bastidores, peemedebistas e petistas duelam para responsabilizar uns aos outros quando o governo perde votações importantes no Congresso, como foi o caso do reajuste do salário dos servidores do Judiciário, que passou no Senado terça-feira. (das agências de notícias)

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Em crise, prefeitos do Ceará cobram promessas de repasse de Dilma

Expedito Nascimento, presidente da APRECE
Prefeitos de todo o Ceará realizaram, às 17h desta segunda-feira, 29, evento onde cobrarão do governo federal promessa de repasse extra do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Segundo a Associação de Prefeitos do Estado, erro em cálculo fez com que o recurso prometido – de 0,5% da arrecadação dos últimos doze meses – fosse reduzido pela metade.

“Era para ser 0,5% da arrecadação dos últimos doze meses, mas, quando foram aprovar a emenda, acabou ficando 0,5% da arrecadação de janeiro a julho deste ano. Ou seja, a metade do prometido”, diz a assessoria de imprensa da Aprece.

A promessa do repasse extra foi firmado durante o evento “Marcha dos Prefeitos em Brasília” de 2014. Segundo a Aprece, municípios do Estado estão hoje em profunda crise econômica. “Essas Prefeituras estão sem recursos faz muito tempo”, diz a Aprece, citando recorrentes quedas de repasses do FPM nos últimos anos. Fonte: O Povo

Governo autoriza concurso para preenchimento de 1,1 mil vagas no INSS

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão autorizou hoje (29) a realização de concurso público e nomeações para preenchimento de 1,1 mil vagas no Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). Segundo o órgão, a ampliação do quadro de pessoal é para melhorar a atuação do setor, que passa por uma expansão da rede de atendimento, e executar novas atividades, como pagamento do seguro-defeso, antes feito pelo Ministério do Trabalho e Emprego, e da aposentadoria especial para deficientes físicos.

O ministério autorizou, a partir de julho, a nomeação de 150 candidatos já aprovados em concurso para o cargo de analista de seguro social. Também foi autorizada a abertura de 950 novas vagas, sendo 800 de técnico do seguro social, de nível médio, e 150 de analista do seguro social, para graduados em serviço social.

O prazo para publicação do edital do concurso público será de até seis meses. A remuneração inicial para o cargo de técnico é R$ 4.886,87. Para o de nível superior, R$ 7.496,10.

Segundo o ministério, em 2015 serão abertas 150 novas agências do INSS. Eals se somarão às 1,4 mil já existentes no país.

Ceará deve fornecer medicamento importado para paciente com câncer

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, opinou que o Ceará deve fornecer medicamento importado a um paciente idoso com câncer avançado em células sanguíneas. Segundo Janot, mesmo que o remédio não tenha o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o avanço da doença e o risco de óbito justificam seu fornecimento. O posicionamento foi enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) na suspensão de liminar (SL) 887/CE, e agora será analisado pelo ministro Ricardo Lewandowski.

Em razão de o tratamento disponível pelo Sistema Único de Saúde (SUS) já não surtir mais efeitos, o paciente pediu judicialmente o medicamento Lenalidomida. O Tribunal de Justiça cearense decidiu que o tratamento fosse oferecido, mas o estado do Ceará recorreu, alegando risco à ordem, à saúde a à economia públicas. Além disso, argumentou que distribuir medicamento não registrado pela Anvisa é crime contra a saúde pública.

De acordo com Janot, o fornecimento pelo Poder Público de medicamentos, tratamentos e terapias a pacientes portadores de doenças raras e graves, quando demonstrada a necessidade vital e a impossibilidade de os benefícios custearem o tratamento, é um assunto que rende muito debate. O procurador-geral lembra que o STF já decidiu que aplicação imediata do direito fundamental à saúde dependerá de cada caso específico.

Registro – Segundo o procurador-geral, a regra que proíbe o fornecimento de medicamentos sem registro na Anvisa não é absoluta, havendo casos excepcionais em que a importação poderá ser autorizada. Na manifestação, Janot sustenta que é recomendável que “seja determinado o excepcional fornecimento do fármaco requerido, tendo em vista que a falta de tal medicamento pode ocasionar danos graves e irreparáveis à saúde e à vida do beneficiário, mostrando-se indubitável, na espécie, o chamado perigo de dano inverso.”

Outros argumento apresentado para que a Lenalidomida, já aprovada em cerca de 70 países, seja oferecida refere-se ao fato de que a droga já foi aprovada pelos critérios do órgão responsável pelo controle de medicamentos dos Estados Unidos, o FDA. A comunidade científica também tem defendido a sua eficácia, já tendo sido realizada uma audiência pública sobre o assunto no Senado Federal. Por fim, Janot aponta que defensores do fármaco afirmam que ele pode ser uma alternativa para os que não respondem ao tratamento de primeira linha, possuindo menos efeitos colaterais.

CGU aponta cinco municípios cearenses com irregularidades no Programa de Transporte Escolar

O relatório de avaliação do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (PNATE), elaborado pela Controladoria-Geral da União (CGU), aponta cinco municípios cearenses onde foram encontradas falhas na execução de licitações e de contratos administrativos, além de casos de veículos do Transporte Escolar e de condutores que não atendem aos requisitos do Código de Trânsito Brasileiro (CBT). A avaliação refere-se ao período de 2011 a 2013.

O trabalho da CGU recomendou a devolução pelos municípios cearenses de cerca de R$ 1,3 milhão, pagos indevidamente, além do aprimoramento de mecanismos de controle interno do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Também houve recomendação para a melhoria da fiscalização dos recursos passados aos municípios. Criado em 2004, o Pnate tem como objetivo garantir o acesso e a permanência nos estabelecimentos escolares de alunos do ensino fundamental público residentes em área rural.

No município de Pacoti foram identificadas despesas realizadas incompatíveis com o objetivo do Programa, no montante de R$ 954,39, além do pagamento de materiais em valor superior ao estipulado pelo contrato no valor de R$ 140,00. O CGU recomendou a adoção de medidas  administrativas necessárias ao ressarcimento dos valores relativos a despesas realizadas em finalidade diversa ao objetivo do Programa.

Já em Itatira, foi identificada irregularidade nas transferências financeiras realizadas com os recursos do PNATE. O total de prejuízo neste caso chegou a R$ 26.300,00. O município, no caso, terá que apurar e em seguida providenciar a reposição dos valores referentes aos rendimentos que decorrentes dos valores debitados da conta específica do Programa.

O município de Abaiara teria superfaturado a execução do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar – PNATE, ocasionando prejuízo no valor de R$ 165.465,97. O Conselho, neste caso, recomenda a adoção des medidas administrativas necessárias ao ressarcimento dos valores relativos a despesas com preços acima da média de mercado e caso não obtenha êxito, instaurar a tomada de contas especial.

Outro município incluso no relatório foi Aracoiaba, que realizou licitação visando à contratação de empresa especializada em locação de veículos, para atender ao transporte escolar do Ensino Básico, durante o Exercício 2012, com irregularidades em sua execução, gerando prejuízo de R$ 180.164,92. O município agora terá que adotar as medidas administrativas necessárias ao ressarcimento dos valores pagos  indevidamente.

O município de Aracoiaba é citado ainda por subcontratação total do contrato de transporte escolar da rede de ensino básico do Município de Aracoiaba no Exercício 2012, o que gerou prejuízo de R$ 277.258,20.

A Prefeitura do Crato é acusada pela Controladoria por aquisição de materiais/serviços com preços acima da média de mercado, causando prejuízo de R$ 360.668,76 e agora terá que adotar  medidas administrativas necessárias ao ressarcimento dos valores relativos a despesas com preços acima da média de mercado e caso não obtenha êxito, instaurar a tomada de contas especial.  A CGU quer ainda que a prefeitura de Crato comprove com documentos as  despesas realizadas no valor de R$ 384.767,94. Fonte: CEará Agora

Debate sobre parlamentarismo deve ser reaberto, diz Eduardo Cunha

Eduardo Cunha (PMDB-RJ)
O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou nesta segunda-feira, 29, que o debate sobre o parlamentarismo deve ser reiniciado pelos deputados. Cunha defendeu a adoção do sistema ao ser questionado durante o evento Câmara Itinerante, em Manaus (AM). 

“Vivemos uma crise do presidencialismo, porque mesmo com a perda da condição política, você não pode refazer o pleito, só na próxima eleição você pode rever a decisão. No parlamentarismo, em certas circunstâncias especiais, você pode dissolver até mesmo o Congresso e realizar novas eleições”, disse.

Para Cunha, a votação da reforma política foi um avanço, ainda que as mudanças não tenham sido muitas. “No sistema eleitoral, tivemos todas as opções, mas a Câmara fez a opção por manter o sistema existente”, disse.

Cunha ressaltou que a tendência é baratear as campanhas e impor um limite às doações de empresas. Ele estima que o tempo de campanha deva diminuir de 90 para 60 dias, e o tempo de exposição da campanha na TV, de 40 para 30 dias. “Defendo que empresas que prestam serviços junto à administração pública sejam impedidas de fazer doações”, disse.

O presidente da Câmara defendeu também a redução da maioridade penal para crimes graves e afirmou que esse debate deve seguir com a reforma do Estatuto da Criança e do Adolescente. “Após a redução vamos debater mudanças no sistema de internação, que hoje em dia não funciona. Muitos lugares são inadequados”. Fonte: O Povo

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Aumenta em 30% número de pessoas que iniciam tratamento contra aids

O número de pacientes portadores do vírus HIV que iniciaram tratamento com medicamentos antirretrovirais passou de 57 mil para 74 mil entre 2013 e 2014. Segundo o Ministério da Saúde, isso se deve à ampliação do público-alvo dos remédios destinados a pessoas com HIV pela rede pública de saúde, a partir de dezembro de 2013. Atualmente, mais de 400 mil pessoas soropositivas se tratam na rede pública.

Até dezembro de 2013, apenas quem tinha uma carga viral alta podia iniciar o tratamento. Segundo Fábio Mesquita, diretor do departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, ano passado, 40% dos novos tratamentos foram iniciados em pessoas que não se encaixariam no antigo protocolo. A estimativa é que a cada ano surjam 39 mil casos de aids.

O Ministério da Saúde lançou nesta quarta-feira, 24, nova campanha para prevenção da aids. Festas populares como as Juninas, a de Parintins, a Oktoberfest e a Festa de Peão de Barretos terão cartazes alertando os jovens, grupo que tem contraído mais o vírus em todo o mundo.

Com o tema #Partiuteste, o objetivo da campanha é informar e alertar sobre as medidas de prevenção, como o uso de camisinha, realização do teste de HIV e início do tratamento.
Nas cidades de maior concentração das festas juninas (Campo Grande, Salvador, João Pessoa, Caruaru e Recife), é feito um esforço das estratégias de comunicação. Foram instalados 20 displays para retirada gratuita de camisinhas em banheiros de aeroportos e rodoviárias. Para esta parte da campanha foram distribuídas 160 mil camisinhas. Fonte: Agência Brasil

Esquadrão antibomba é acionado para verificar mala deixada em frente ao Palácio

O esquadrão antibomba da Polícia Militar do Distrito Federal foi acionado na tarde desta quarta-feira, 24, para verificar o conteúdo de uma mala e uma mochila deixadas em frente ao Palácio do Planalto, ao lado das grades que cercam o edifício. Uma das preocupações do Gabinete de Segurança Institucional é certificar de que as sacolas não contêm explosivos.

No momento em que agentes do Bope da Polícia Militar do DF e do GSI estão discutindo a operação, a presidente Dilma Rousseff despacha normalmente no terceiro andar do Palácio do Planalto.

O policiamento pretende interditar o trânsito e paralisar momentaneamente o tráfego de carros perto do palácio para averiguar o material. Fonte: O Povo

Pescador Artesanal poderá ter seguro-desemprego ampliado

O Projeto de Lei 7312/14, do deputado André Figueiredo (PDT-CE), que concede o benefício de seguro-desemprego, no valor de um salário mínimo mensal, a pescador artesanal nos casos de paralisação da atividade por fenômenos naturais ou acidentais foi aprovado nesta quarta-feira (24) pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados.

Atualmente, segundo a Lei 10.779/03, esses profissionais já recebem o benefício do seguro, de mesmo valor, durante o período de defeso, época de crescimento ou desova dos animais.

A lei ampara os pescadores artesanais, impedidos de prover o próprio sustento com seu trabalho durante certo período do ano. Além disso, oferece proteção às espécies marinhas, fluviais e lacustres que integram o ecossistema do País.

Relator na comissão, o deputado Zé Silva (SD-MG), defendeu aprovação da proposta, argumentando que há outras situações não contempladas nas hipóteses do seguro-defeso que frequentemente levam muitos pescadores e suas famílias a viverem situações dramáticas.

“É o caso, por exemplo, da interdição de áreas pesqueiras tradicionais por motivos diversos, como a realização de grandes obras, ou em decorrência da contaminação das águas, ou ainda fenômenos naturais como as estiagens prolongadas, derramamento de óleo ou de outras substâncias”, disse Silva, acrescentando que, nesses casos, os pescadores ficam vulneráveis e não são amparados pelo governo.

A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania, caso aprovada em todas as comissões, a proposta será transformada em lei.

Apreensão de drogas nas rodovias federais no Ceará aumenta 176%

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou um aumento de 176% neste mês de junho, na apreensão de entorpecentes nas rodovias federais que cortam o Ceará, com relação ao mesmo período do ano passado. Somente num período de 16 dias foram apreendidos cerca de 70kg de narcóticos. Os dados levam em conta, as apreensões realizadas desde o último dia 8 até a tarde desta quarta-feira (24), 69.2 kg de drogas foram descobertas durante abordagens de rotina.  No ano passado, a PRF contabilizou 25kg de narcóticos sendo transportados nas rodovias.

Segundo o inspetor Alexsandro Batista o aumento significante das drogas é proporcional a ampliação das abordagens pela PRF. A última apreensão a entrar na estatística aconteceu nesta quarta-feira (24), no quilômetro 221 da BR­222, em Sobral, distante 232 quilômetros de Fortaleza, quando foram confiscado 9,2 quilos de maconha foram descobertas na bagagem de um passageiro que seguia viagem em um ônibus que fazia o itinerário Belém/Natal. Fonte: Ceará Agora

Isenção de IPI na compra de veículos é estendida a deficientes auditivos

A isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) na compra de automóveis deve ser estendido aos deficientes auditivos. Esse é o entendimento do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao questionar o inciso IV do artigo 1º da Lei 8.989/1995. A norma, ao especificar o rol de deficientes contemplados pelo benefício fiscal – portadores de deficiência física, visual, mental severa ou profunda ou autistas, diretamente ou por intermédio de seu representante legal -, não incluiu as pessoas com deficiência auditiva.

Para Janot, não há razão para a discriminação. Segundo ele, a exclusão configura omissão parcial inconstitucional e afronta os princípios da dignidade da pessoa humana e da isonomia (artigos 1º, inciso III, e 5º, caput). Por essa razão, ajuizou a Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão Parcial (ADO 30), ratificada em parecer enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 16 de junho.

De acordo com a ação, “apesar do esforço da Lei Federal 8.989/95 em garantir a isonomia material entre as pessoas com deficiência e as pessoas sem deficiência, a ausência dos deficientes auditivos no corpo da norma estabeleceu distinção desarrazoada entre pessoas que sem encontram na mesma situação”.

O procurador-geral destaca que, pela sua condição humana, as pessoas possuem igual dignidade, mesmo que existam diferenças físicas, intelectuais e psicológicas, devendo ter os seus interesses igualmente considerados, independentemente de suas capacidades e características individuais. Para ele, a efetivação dessa política fiscal revela o reconhecimento de algumas dificuldades que as pessoas com deficiência física têm para a vida em sociedade, em especial, quanto à mobilidade e acesso aos espaços públicos, e da necessidade de inclusão social dessa parcela da sociedade.

domingo, 21 de junho de 2015

Municípios tem até o dia 24 para votar Plano de Educação incluindo ideologia de gênero

O Plano Nacional de Educação (PNE), sancionado no ano passado (Lei 13.005, de 25 de junho de 2014), prevê metas da educação básica até a pós-graduação para serem atingidas nos próximos dez anos.

A lei estipula que os estados e os municípios elaborem os próprios planos para que as metas sejam monitoradas e cumpridas localmente. Foi determinado o prazo de até 24 de junho de 2015 para que os planos sejam aprovados.

O PNE previa, originalmente, acrescentar nas escolas o ensino da ideologia de gênero, porém foi sancionado sem tal ideologia.

A ideologia de gênero afirma que o homem e a mulher não diferem pelo sexo, mas pelo gênero, e que este não possui base biológica, sendo apenas uma construção socialmente imposta ao ser humano, através da família, da educação e da sociedade. Afirma ainda que o gênero, em vez de ser imposto, deveria ser livremente escolhido e facilmente modificado pelo próprio ser humano. Ou seja, que ao contrário do que costumamos pensar, as pessoas não nascem homens ou mulheres, mas são elas próprias condicionadas a identificarem-se como homens, como mulheres, ou como um ou mais dos diversos gêneros que podem ser criados pelo indivíduo ou pela sociedade. Deveria ser considerado normal passar de um gênero a outro e o ser humano deveria ser educado, portanto, para ser capaz de fazê-lo com facilidade, libertando-se da prisão em que o antiquado conceito de sexo o havia colocado. Para facilitar o ativismo em favor do gênero, a Conferência de Yogiakarta, realizada em 2006 na Indonésia, consagrou os termos 'identidade de gênero' e 'orientação sexual'.

Dom Orani Tempesta, cardeal do RJ alerta para o fato das consequências da implantação da terminologia gênero: "quem se julgar livre para defender os valores naturais e cristãos pode ser duramente perseguido, moral e fisicamente, como já se faz, ainda que um tanto veladamente, em não poucos países". 

Recentemente vimos os pais alemães serem não somente perseguidos, mas presos porque em seu país a ideologia de gênero foi aprovada nas escolas. 

Portanto, começaram a tramitar em muitos municípios e estados os planos de educação que, entre as metas propostas, inserem a ideologia de gênero com firme propósito de estabelecer uma mudança na educação de nossos filhos.

No último dia 02 de fevereiro, o Ministério de Educação (MEC) lançou nota reiterando a data limite de 24 de junho de 2015 para que estados e municípios elaborem metas e estratégias para a educação local para os próximos 10 anos na forma de planos de educação. A nota menciona o cumprimento do prazo como condição para recebimento de recursos da União via Plano de Ações Articuladas (PAR) - responsável por grande parte dos repasses do governo federal na área. Fonte: Site - biopolitica

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Governo não pode "dar bens públicos de mãos beijadas", diz Heitor Ferrer

Heitor Ferrer
Pacote de concessões de equipamentos públicos previsto por Camilo Santana (PT) motivou nesta sexta-feira, 19, novos embates na Assembleia Legislativa. Crítico da medida, o deputado Heitor Férrer (PDT) sugeriu que o governo priorize parcerias público-privada (PPPs) ao invés de “dar de mãos beijadas” equipamentos do Estado.

“Se não tem dinheiro para custear o funcionamento, é razoável que haja uma parceria público privada, de forma que o Estado não fique apenas com o ônus do investimento”, disse. Afirmando que as concessões atestam “quebra e falência” da máquina pública, o deputado cobra que o Estado seja ressarcido pelos investimentos que fez nas obras.

Dr. Santana (PT) rebateu Férrer, defendendo que o Estado use recurso das concessões para investir em serviços de qualidade para população carente. “Algumas ações não devem ser do Executivo”, disse Carlos Felipe (PCdoB), defendendo que frutos da concessão de estradas, por exemplo, sejam utilizados no financiamento do bilhete único e carteiras de habilitação populares.

Conforme a coluna Fábio Campos do O POVO antecipou, o governo do Ceará planeja hoje passar para a iniciativa privada a gestão de uma série de equipamentos públicos do Estado. Entre eles, aeroportos regionais, áreas do Porto do Pecém e outras ações, obras que custaram mais de R$ 4 bilhões aos cofres públicos.

O governo, por outro lado, destaca que concessões preveem contrapartidas e podem ajudar a equilibrar as contas do Estado. Também só serão feitas concessões em casos que forem aprovados após estudos de viabilidade econômica. Opositores, no entanto, criticam que ação é “entrega” de bens do Estado. Fonte: O povo

Neymar pega punição de quatro jogos e está fora da Copa América

Neymar fica fora da competição
Expulso por ter chutado a bola em cima de Armero e empurrado Murillo com a cabeça depois da derrota do Brasil por 1 a 0 para Colômbia, na última quarta-feira, em Santiago, Neymar está fora da Copa América. O atacante foi julgado nesta sexta-feira à tarde pela Conmebol e acabou pegando quatro jogos de suspensão - além de uma multa de 10 mil dólares. A punição maior se deve ao fato de o camisa 10 ter xingado o árbitro Enrique Osses de "filha da p...". A CBF, no entanto, deve entrar com recurso nas próximas horas e pedir a redução da pena.

Com o gancho de quatro jogos, o camisa 10, que já iria desfalcar o Brasil diante da Venezuela, no domingo, em Santiago, por enquanto também será desfalque na reta final do torneio: quartas de final, semifinal e final.

Sem Neymar, Dunga deverá optar pela volta de Philippe Coutinho ao time titular nos próximos jogos. O camisa 21, aliás, foi testado no time no treinamento desta sexta-feira em Santiago.

Ceará vai receber quatro novas adutoras para abastecimento de água

Adutoras serão construídas no interior
O Governo Federal anunciou, na manhã desta sexta-feira, 19, o investimento de R$ 164 milhões para ações do ''Plano de Convivência com a Seca'' do Governo do Estado. Do total, R$ 94 milhões são para implantação de sistemas de abastecimento em 64 comunidades rurais localizadas no eixo Norte do rio São Francisco. Outros R$ 49 milhões serão investidos na construção de adutoras em Quixeramobim, Arneiroz, Independência e Ibicuitinga. 

A ideia é que a água captada no canal de integração do São Francisco atenda a população no trecho, beneficiando 30.500 habitantes, conforme o Governo do Estado. As comunidades estão situadas em Penaforte (4), Jati (12), Mauriti (37), Brejo Santo (10) e Barro (1). As obras vão ser executadas pela Secretaria das Cidades em parceria com a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece).

Os sistemas foram projetados e desenvolvidos pelo Ministério da Integração Nacional com o Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs). 

O restantes do aporte será destinado à operação Carro-Pipa, que tem investimento de R$ 21 milhões, e vai beneficiar 67 municípios cearenses em estado emergência. 

Valores:
R$ 94 milhões - Sistemas de Abastecimento de Água
R$ 21 milhões - Operação Carro-Pipa
R$ 32,3 milhões - adutora Quixeramobim
R$ 2,3 milhões - adutora Arneiroz
R$ 7,4 milhões - adutora Independência
R$ 7 milhões - adutora Ibicuitinga
Fonte: O Povo

Ceará registra mais seis casos de sarampo; já são 161 em 2015

Mais seis casos de sarampo foram confirmados nesta semana. Agora são 161 casos da doença registrados em 2015, segundo relatório da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), divulgado nesta sexta-feira, 19.

Ao todo, foram notificados 3.844 casos suspeitos de sarampo no Estado, entre dezembro de 2013 e junho de 2015.

Fortaleza e Caucaia, na Região Metropolitana, seguem com a concentração dos maiores números da doença, são 70 casos já registrados em cada local. Em seguida vem Itaitinga, com seis casos confirmados. Outras regiões como Maracanaú, Paracuru, Horizonte, Trairi, Guaiuba, Aquiraz, Pacajus e Beberibe têm de um a três casos de sarampo registrados.

Entre março e maio de 2015, realizou-se a intensificação na aplicação de doses da vacina na população de cinco a 29 anos nos municípios de Fortaleza, Caucaia e Itaitinga.

Entre março e maio de 2015, realizou-se a intensificação vacinal na população de cinco a 29 anos nos municípios de Fortaleza, Caucaia e Itaitinga e Paracuru. Dados da Sesa mostram que já foram aplicadas 1.136.014 doses de dupla viral (contra sarampo e rubéola).

Ainda conforme dados do boletim divulgado nesta sexta, todas as Unidades de Saúde dos 184 municípios do Ceará devem intensificar esforços para cobrir a população pendente, em busca de conter o surto de sarampo. Fonte: O Povo

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Aderilo Alcântara assina ordem de serviço para a conclusão da 2ª etapa da Avenida João Paulino

Prefeito Aderilo assinando ordem de serviço
O Prefeito Aderilo Alcântara assinou na noite desta quarta-feira, 17, a ordem de serviço para a pavimentação asfáltica da segunda etapa da nova Avenida João Paulino de Araújo. São quase dois quilômetros de extensão, interligando a Avenida Perimetral com o Anel de Contorno Viário, cujas obras estão em fase de conclusão.

Os investimentos, mais de R$ 1.700.000,00, são oriundos de emenda parlamentar. A obra, que faz parte do programa Cidade do Futuro, tem previsão de conclusão de 150 dias. Estão previstos serviços de terraplanagem, drenagem e pavimento asfáltico.

Para o prefeito Aderilo Alcântara, a obra representa mais um passo importante para a melhoria da mobilidade urbana, desafogando o fluxo de veículos da Avenida Perimetral, principal via de acesso ao município de Iguatu. “Investimentos como este demonstram que a nossa administração está preocupada em honrar seus compromissos, beneficiando a comunidade em geral com obras que proporcionam a melhoria na qualidade de vida das pessoas”, disse. Fonte: Site da Prefeitura de Iguatu

Motoristas e cobradores das linhas intermunicipais decidem continuar paralisação

Os motoristas e cobradores de ônibus do transporte intermunicipal decidiram permanecer em estado de greve. Após assembleia realizada no fim da tarde desta quinta, 18, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Transporte Rodoviário de Passageiros Intermunicipal e Interestadual do Estado do Ceará (Sinteti), Carlos Jefferson Martins, informou que não houve acordo na negociação. O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Intermunicipal e Interestadual do Ceará (Sinterônibus) oferecem aumento 8,34% e o Sinteti pede 13%.

“Não vamos ceder porque não haverá aumento real, somente a inflação”, confirmou o presidente. Ele disse que haverá manifestações em pontos de Fortaleza e Interior nesta sexta, que podem ser pela manhã ou à tarde. Os trabalhadores reivindicam, principalmente, aumento de 13%, além de reajuste no vale alimentação e criação de plano de saúde. O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Intermunicipal e Interestadual do Ceará (Sinterônibus) oferece o valor da inflação, de 8,34%, e está discutindo outros ganhos como plano de saúde.

As linhas atingidas pela paralisação serão Fretcar, Princesa dos Inhamuns, Guanabara, São Benedito e a Via Metro. As regiões que devem ser atingidas são: Região Norte, Centro Sul, parte do Litoral Leste e Cariri. Fonte: O Povo

SAAE de Iguatu realiza trabalho de manutenção na adutora do Trussu

O SAAE-Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Iguatu está realizando serviço de manutenção da adutora que abastece a cidade. O objetivo é fazer consertos de vazamentos ao longo dos 20 km de tubulação da água que é destinada às residências da polução. 

De acordo com Edval Lavor, superintendente do SAAE, o "conserto acontece num dos cinco pontos da adutora do Trussu e a previsão de conclusão será às 5h da manha, deste dia 19. Após a conclusão, as bombas serão acionadas", afirmou Lavor. 

Jornalismo produzido na internet já é a principal fonte de notícias no Brasil

Um levantamento da Digital News Report, divulgado anualmente pela Reuters comparando o consumo de conteúdo em doze países, mostra: o Brasil é o País onde mais se consome notícia via redes sociais.  O percentual é feito com base no total de usuários da internet, cerca de 54% da população, o equivalente a 108 milhões de pessoas.

Do montante de usuários, 70% se informam via redes sociais, aproximadamente 47% das notícias são compartilhadas via redes sociais e 44% delas são comentadas nesses ambientes.

Na conclusão do relatório, o brasileiro é o que mais consome notícia online, cerca de 72% dos usuários da internet. A principal fonte de notícia no Brasil já é a internet, usada por 44% dos usuários, seguida por televisão com 43%, as redes sociais são usadas como fonte única por 10% dos usuários, o impresso representa 4%". Fonte: Com Agências