domingo, 17 de julho de 2011

Comerciante iguatuense morre vitima de acidente em Barbalha

Zé Bezerra era comerciante em Iguatu

Um grave acidente que aconteceu na noite deste sábado, no município de Barbalha, Região do Cariri, acabou vitimando o comerciante de Iguatu, José Leandro Primo, conhecido como "José Bezerra da Serraria".

Na tragédia, pelo menos seis pessoas, incluindo o comerciante, morreram e outras 20 ficaram feridas, algumas em estado muito grave.

O acidente

De acordo com informações da Polícia Militar, o acidente teve início no momento em que o caminhão de placas HUM-6329, inscrição de Iguatu, ao descer uma ladeira, supostamente perdeu os freios e acabou colidindo na traseira de um ônibus coletivo que transportava 30 pessoas para uma missa. Com o impacto, o ônibus foi empurrado e acabou atingindo uma residência e uma padaria, além de quatro automóveis e uma motocicleta que estavam estacionados na Av. Paulo Maurício Sampaio, em Barbalha.

Local do acidente (Foto: site Miseria)
Na casa atingida estavam mãe e filho, que acabaram morrendo no local. Também faleceram no local o motorista do caminhão, identificado por Adail Alves do Nascimento, além de José Leandro Primo, que viajava como passageiro. Além do dois ocupantes do caminhão, viajava também Egênio Alves do Nascimento, filho do motorista, que foi resgatado em estado gravíssimo.

O desastre aconteceu na Ladeira do Caldas, uma área de muito perigo e onde já foram registrados outros acidentes. O motorista do ônibus, José Nilton Quezado, sofreu apenas ferimentos leves. Cinco feridos no Hospital Santo Antônio e outros seis foram transferidos para o Hospital São Vicente.

Trabalho de resgate

Segundo os primeiros levantamentos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, o resgate no local foi demorado e a falta de efetivo dos Bombeiros tornou-se um obstáculo para um melhor atendimento às vítimas. No hospital, o caos se instalou e levou a direção da unidade de saúde a pedir, através das emissoras de rádio da região, a presença de médicos enfermeiros voluntários, tamanho o número de pessoas feridas e as poucas condições de atendimento daquele hospital.

A Polícia ainda não divulgou os nomes dos demais mortos nem dos feridos. Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros de Juazeiro do Norte, major Sawki, foram utilizados dois caminhões auto-bomba-tanque, além de um carro de resgate e uma ambulância de socorro. Fonte: Iguatu Noticias e Site Miséria

Nenhum comentário:

Postar um comentário