segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Abrigo São Lázaro vai receber ajuda de custo de R$ 100 mil por ano da Prefeitura

Roberto Cláudio visita abrigo (Foto: Marcos Moura)
A Prefeitura de Fortaleza anunciou, nesta segunda-feira, 11, que vai repassar ao Abrigo São Lázaro R$ 100 mil por ano para ajudar a custear a instituição. O valor deve ajudar com os custos com ração para os animais e limpeza do local. A notícia surge quatro dias após O POVO Online publicar que a Organização Não Governamental poderia fechar sem apoio do poder público. De acordo com a Prefeitura, o valor é referente a um convênio inicial.

Ao O POVO Online, a fundadora da ONG, Rosane Dantas Batista, afirmou que não era mais possível "manter o abrigo apenas com doações aleatórias". Ela afirma que o Abrigo deve cerca de R$ 30 mil à clínica, funcionários, dois meses de água e energia elétrica. Atualmente o São Lázaro, que resgata e cuida de animais abandonados, trata mais de 700 cães e 80 gatos. 

O prefeito Roberto Cláudio visitou a ONG com o coordenador de vigilância em saúde da Prefeitura, Nélio Morais, e a ex-vereadora Toinha Rocha. "Vamos firmar o convênio com o Abrigo São Lázaro, com todo o aparato jurídico, permitindo não só que possamos estabelecer um fluxo contínuo de recursos, mas que também, eventualmente, nos momentos de dificuldade, possamos dar algum outro apoio formal à entidade. Esse é o primeiro compromisso", afirmou o prefeito. 

A Prefeitura também anunciou a cessão do terreno anexo ao abrigo, onde serão construídos clínica veterinária popular e pet shop. "A área está pequena para a quantidade de animais, então cederemos o terreno para que possa expandir e melhorar a infraestrutura do abrigo e, no outro pedaço do terreno, a Prefeitura estabeleça uma clínica popular veterinária e uma lojinha que possa trabalhar em cogestão com o abrigo para que possa servir à comunidade e gerar receita ao abrigo", explicou o gestor.

O termo do convênio deve ser firmado até o próximo mês de outubro, incluindo a entrega da documentação necessária para que o Abrigo esteja legalmente respaldado para receber a ajuda e renová-lo anualmente. Com informações de O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário