domingo, 12 de novembro de 2017

Fortaleza ultrapassa os 100 casos de mortes por chikungunya em 2017

Fortaleza atingiu o total de 105 mortes por chikungunya em 2017. Até o momento, a doença já causou um total de 136 vítimas fatais em todo o Ceará. Os números foram divulgados pelo boletim epidemiológico de arboviroses, divulgado nesta sexta-feira (10) pela Secretaria da Saúde do Ceará.

Além de Fortaleza, outras 16 cidades cearenses registraram óbitos por chikungunya, sendo elas Acopiara (03), Aracati (03), Beberibe (02), Caucaia (05), Itapajé (02), Jaguaretama (01), Maracanaú (03), Maranguape (03), Marco (01), Morada Nova (01), Pacajus (01), Piquet Carneiro (01), Senador Pompeu (02), Trairi (01), Umirim (01) e Viçosa do Ceará (01).

No total, 96.299 casos de chikungunya foram confirmados no estado em 2017. De acordo com o boletim, a taxa de incidência dos casos suspeitos da enfermidade no Ceará é de 1.497,4 casos para cada 100 mil habitantes. De todos os casos confirmados, 66% aconteceram em pessoas com idades entre 20 e 59 anos. A doença foi confirmada em 798 crianças com menos de um ano de idade. 
Fonte: SESA-CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário